17 abril 2015

A FARSA DA ANHANGUERA PARTE 2 - CONCLUSÃO

Falei, falei, falei e o post percorreu muitos lugares e repercutiu, na sexta-feira passada o post tinha o mesmo tema, só que com muitas queixas, desabafos e lamentações, naquele dia eu estava em pedaços.  

O problema foi resolvido? Em partes sim, mas não por causa da instituição, além do post eu entrei em contato, enviei e-mails e ninguém me respondeu, agora aquele reclame do Reclame aqui ganhou mais um número no tópico: Casos que não foram nem atendidos

Como eu solucionei então? Com amooooooor hahahaha.... Já percebe-se que meu humor está 90% recuperado né? 

Eu obtive ajuda do meu amor, da família, amigos e até de um professor gente boa. 

Os horários permaneceram os mesmos e a Anhanguera não moveu uma palha para me ajudar, ainda bem que estou cercada de pessoas boas. 

Mamiis vai ficar na loja pra mim poder ir a aula e parar de receber ameaças de reprova porque eu estava trabalhando, a Tata também vai ajudar. Meu amor coitado, nunca me viu chorar tanto e me acolheu, me deu colo, me apoiou e me ajudou a lutar e encontrar soluções, os amigos vieram até me visitar no trabalho e dizer "Luta, não para" e o professor ajudou a me organizar e ver que tudo é possível. 

Tudo muda quando tratado de forma amigável e com pessoas realmente humanas, o problema é o mesmo, porém visto com outros olhos e sem pressão ou ameaça. "Vamos resolver juntos" ou invés de "Se vira, eu não tenho que provar nada para você". 

Então minhas lindas (e lindos né, esse tipo de post é unissex haha) estou bem, revigorada e pronta pra enfrentar o mundo de novo, aprendi que sempre que exposta uma situação é necessário um feedback do rumo que as coisas tomaram, então ta aqui. 

Se você não viu o post da semana passada e não está entendendo nada clique AQUI.   

Nenhum comentário:

Postar um comentário

.