24 setembro 2015

COMO ESTRELAS NA TERRA

Eu já sabia que se tratava de um filme lindo que me faria chorar litros, mas mesmo assim eu não me animava em assistir um filme legendado de quase três horas de duração e ainda por cima com esse calor insuportável, mas hoje eu cedi e após ler um pouco sobre o filme, eu me ajeitei na cama e coloquei o filme para rodar.

Todos os comentários fizeram todos os sentidos e o filme não decepcionou minhas expectativas. 

É a história de um menino de nove anos que está cursando a terceira série pela segunda vez e ainda assim não existe melhoras em seu aprendizado, o garoto é muito cobrado pela escola e pela família, é comparado ao irmão e aos outros alunos. 

Em uma conversa com a diretoria da escola seus pais resolvem levá-lo a um internato, onde o menino é ainda mais cobrado e humilhado por não conseguir aprender, as letras simplesmente dançam. 

O garoto já não tinha vontade para fazer nem as coisas que antes o agradava e o sofrimento toma conta dele, até que um dia uma coisa surpreendente acontece, um professor novo é capaz de compreende-lo e propor atividades que ele compreendesse e o que parecia impossível aconteceu, gradualmente o menino consegue aprender e logo, mesmo com certa dificuldade, consegue ler. 

Os casos de dislexia são casos complicados principalmente no quesito compreensão, as pessoas julgam como frescura, uma desculpa para não fazer, somente quem acompanha de perto consegue enxergar o sofrimento e a dor que ela carrega. 

Todos são capazes de aprender, mas cada um de uma forma diferente e em ritmos diferentes, é tão difícil assim de compreender e aceitar as diferenças?

e

2 comentários:

.