28 setembro 2015

LIVROS: PARA SEMPRE

Huum... Não é que eu não gostei desse livro, é que não é o meu tipo de leitura preferida. Achei a linguagem cansativa e um pouco repetitiva. 

Claro que para uma história real é incrível, Meu Deus, ninguém merece passar por esses acontecimentos, a história é contada pelo personagem principal, kim, e no final do livro ele diz algo que concordo plenamente: O filme é muito diferente, mas tem a essência da história. 

Quando terminei de ler o livro, corri assistir o filme novamente, pois não era nada do que me recordava, dessa vez não caí em lágrimas e notei o quanto as histórias parecem não serem as mesmas, os personagens não carregam nem o mesmo nome, a forma que se conheceram é completamente outra, nenhum dos dois exercem a mesma profissão, a maneira que o acidente aconteceu não foi a mesma, o relacionamento das famílias fiquei sem entender porque mudaram tanto, no livro uma relação tão amigável e no filme algo cheio de rancor. 

Acho que foi a forma de escrever meio que como um documentário é que não permitiu que a história mexesse com meus sentimentos, e eu já dividi uma das minhas filosofias de vida com vocês: Ou me faz rir ou me faz chorar, se não mexer com meus sentimentos é porque não é bom. 

Infelizmente não é um livro que eu recomende, não me senti empolgada com a leitura, eu não consigo deixar uma leitura no meio, então terminei de ler, independente de tudo, preciso saber do final, porém era um livro que passei a ler o máximo que podia por dia com o objetivo de terminá-lo logo e poder passar para a próxima leitura. 

Uma coisa é certa, ter me apaixonado por ler romances esse semestre foi maravilhoso, eu relaxo a mente entre uma atividade e outra da faculdade e estou bem menos estressada do que fico normalmente no meio do semestre, fico triste por não serem personagens que vou sentir saudades e curiosidade para saber o que aconteceu depois da última página, embora isso seja parcialmente possível saber, já que é uma história inspirada em fatos reais, porém, com tantas diferenças entre o livro e o filme, como saber o que é mesmo real e o que é ficção? melhor mesmo é ler e assistir sem fazer ligações entre as duas coisas.  

No filme não conta coisas importantíssimas que o livro trás, nem entendi porque falaram que o livro inspirou o filme, a única coisa que eles partilham é a essência mesmo, na verdade a leitura me fez ficar um pouco decepcionada com o filme, mas eu não vim falar do filme, vamos conversar sobre o livro. 

É uma história incrível, mas acho que poderia ser muito melhor contada, de um jeito que tocasse o coração de quem estivesse lendo e por mais que eu tentasse criar em minha mente as cenas contadas, era bem difícil, o livro não me tocou a alma em nenhum momento mesmo com a história trágica de um casal que se conheceu de forma tão inusitada, em tão pouco tempo estavam casados e em menos tempo ainda passam por acontecimentos horríveis que colocam em risco toda a sua pequena e inesquecível história, só que onde existe amor verdadeiro, minha gente, não tem pra ninguém, o amor vence qualquer obstáculo e quando a pessoa é quem realmente deveria cruzar seu caminho, você pode perder a memória 100 vezes, que você irá se apaixonar 101 pela mesma pessoa. 


Nenhum comentário:

Postar um comentário

.