30 maio 2016

A HERDEIRA


Os primeiros minutos de A Herdeira da Kiera Cass já me surpreenderam profundamente.

Nas primeiras linhas me senti meio perdida e não sabia quem estava falando comigo, mas ainda na segunda página já tinha tudo bem esclarecido, fiquei tão chocada que precisei parar antes de terminar o primeiro capítulo para digerir a situação.

Me senti meio roubada, não pude vivenciar a noite de núpcias que foi tão cogitada a história toda, não nos deram a lua de mel e nem as gravidezes. Quando percebi que do terceiro para o quarto livro havia uma diferença torrencial de vinte anos entrei literalmente em choque.

Ler A Herdeira foi como começar uma história nova, se apaixonar novamente pelos personagens. Eu me sentia totalmente nostálgica e com uma alegria imensa cada vez que a (agora) Rainha America, Rei Maxon, Capitão Leger, Madama Lucy e muitos outros apareciam e além de amor e a sensação de poder matar um pouquinho a saudade, poder ficar imaginando como as coisas deram certo do jeito que eles planejaram para tudo estar como está agora.

Foi depois da página 100 que me permiti apaixonar pelos personagens novos e a Eadlyn finalmente entrou no meu coração, o jeitinho dela é meio estranho, mas como em todo romance fofo está mudando. A Kiera tem o poder de nos fazer apaixonar, além da família real já me apaixonei por diversos garotos da Seleção, já chipei ela com vários, mas principalmente com o Kile e com Erik, os dois por praticamente já terem perdido a competição desde o primeiro segundo e agora são as peças chaves da história, sim, seria totalmente previsível, assim como todo romance fofo é e eu amo ver quando as coisas dão certo. 

Já estou sendo capaz de defender até mesmo a monarquia, se tudo fosse realmente como conta a história e tivéssemos Rei e Rainha tão comprometidos com o país certamente nossa situação política estaria melhor, mas não vivenciei essa época para saber, estou com sede de informações e acho que merecendo uma viagem para um país que ainda adote esse regime político.  (risos

Sabe-se que para a Eadlyn alcançar o trono algo precisaria acontecer com a Rainha, mas sério mesmo? Eu simplesmente estou contando os segundos para A Coroa chegar (tenho dó do carteiro quando trouxer meus livros dessa vez, mas ele já deve estar acostumado com a minha reação), preciso saber o que houve e o que vem depois, mas ao mesmo tempo não quero que acabe, é duro se apaixonar sabendo que vai ter um fim viu. 


Nenhum comentário:

Postar um comentário

.