13 julho 2017

HOJE ACORDEI QUERENDO FALAR

Tô quase atrasada para o trabalho, eu já devia ter me levantado e estar no banho, mas ficar na cama assistindo vídeos no You Tube tomando um leite com café quentinho e cremoso me inspira. 

Faz tempo que tô querendo falar, mas a verdade é que estou sem palavras, tô com um baita bloqueio que nunca tive antes e estou me odiando pelo blog estar tão parado, não que eu me cobre por isso, afinal, o blog é minha brincadeira séria, mas é minha brincadeira séria preferida e eu não gosto de deixar ele abandonado. 

Além de eu amar escrever, sempre gostei de escrever sobre várias coisas, mas ultimante as coisa acontecem na minha cabeça e quando vou colocar no papel ele fica em branco. Eu olho pra ele e ele me encara de volta... e nada. Parece que tudo que eu tinha pensado se dissipou e virou cinzas, é tão estranho. 

É estranho uma pessoa tão sentimental de repente ter um bloqueio emocional, porque só pode ser isso que esteja acontecendo, eu amo escrever e escrevo com o coração, porém ultimamente só acredito que o coração serve para bombear sangue e nada mais, é tudo neurociência, essa história de sentimentos é balela, tudo é uma combinação de neurônios dentro do seu cérebro, meu desafio agora é poder controlar esses neurônios e assim dominar qualquer sentimento, afinal quando se é palpável é moldável. 

Eu sempre achei que o que me motivava escrever era a tristeza, pois sempre que estava triste eu escrevia muito, mas acho que é ao contrário, acho que o que me motivava escrever era o tal do amor, porque quando eu acreditava que amava eu não tinha essas coisas de bloqueio criativo, eu não tinha vontade de jogar tudo pro ar, abandonar tudo, de repente era ao contrário e eu que tava ententedendo tudo errado.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

.